Comunicado CNG Nº 7

cropped-cover-final-bandeira-01.jpg

Comunicado Nº 7 – 01 de junho de 2015

O Comando Nacional de Greve iniciou os trabalhos da semana, nesta segunda feira, dia 01 de junho, com uma reunião que teve a seguinte pauta:

1 – Apresentação e despedida de membros do CNG

2 – Leitura e aprovação da ata da reunião anterior (30/05)

3 – Informes Nacionais e das Seções Sindicais

4 – Informes das Comissões

5 – Recomposição e tarefas das Comissões

6 – Avaliação e Encaminhamentos

7 Quadro atualizado das IFE’s em greve

Lista de presentes: Diretores – Marinalva Oliveira, Giovanni Frizzo, Jacob Paiva, Maria Regina Moreira. Delegados – ADUFPA (José Q. Carneiro), ADUFRA (Benedito Gomes Santos Filho), ADUFS (Jailton de Jesus Costa), SINDIFPI (Marconis Fernandes Lima), ADUFPB (Maria Aparecida Bezerra). Observadores: APUFPR (Claudio Tonegutti), (Adriana Dalagassa ) e ADUFCG (Roberto de Sousa Miranda). Despediram-se do CNG temporariamente os diretores Jacob Paiva e Maria Regina Moreira. E o observador Claudio Tonegutti, substituído pela professora Adriana Dalagassa.

A Ata da reunião do dia 30/05 foi aprovada.

Informes Nacionais e das Seções Sindicais:

Conforme havia sido deliberado na reunião do dia 30-05, os membros do CNG participaram da reunião do GT Seguridade Social e Assuntos de Aposentadoria do ANDES-SN, na manhã do dia 31-05.  A Reunião tratou da exposição e debate das diretrizes para elaboração de materiais referentes aos impactos da desestruturação da carreira nos direitos de aposentadoria. Sobre isso haverá a produção de um Informandes Especial, a ser lançado o mais breve possível. Haverá também a elaboração de material atualizando informações sobre a previdência (Informandes Especial e Cartilha).

ADUFS – Informe prestado por Jailton de Jesus Costa: A classe trabalhadora de Sergipe, incluindo a categoria dos professores federais, se reuniu na tarde de ontem, 29, para o Dia Nacional de Paralisação, convocado pela CSP-Conlutas e outras centrais sindicais para lutar contra a terceirização, a criminalização da greve e contra os projetos que retiram direitos históricos dos trabalhadores. Os manifestantes se concentraram na Praça General Valadão, às 14h, e de lá partiram em marcha pelas ruas e calçadão do Centro da Cidade, como forma de expor à população as pautas de reivindicação das categorias. Marcaram presença os docentes do Comando Local de Greve, os estudantes e o Sintufs. Também se somaram ao movimento os professores da rede estadual de Sergipe, que recentemente receberam a notificação da Justiça sobre a ilegalidade da greve deles. Outras entidades sindicais e movimentos sociais participaram, como o MST, Movimento Nacional de Direitos Humanos e Motu. Hoje à tarde, 01/06, acontece mais uma reunião do Comando Local de Greve.

SINDIFPI – Informe prestado por Marconis Fernandes Lima:  No Instituto Federal do Piauí, dos 17 campi existentes, estão parados desde ontem 28/05 às 07 horas da manhã os 12 campi de Angical, Campo Maior, Floriano, Parnaíba, Paulistana, Picos, Piripiri, São João do Piauí, São Raimundo Nonato, Teresina Central, Teresina Zona Sul e Valença do Piauí. Nesses 12 campi em greve pararam aproximadamente 700 professores,  com um total aproximado de 11 mil estudantes sem aulas. Foram formadas Comissões Locais de Mobilizações, e em Teresina está funcionado o Comando Estadual de Greve do IFPI. Em Teresina e em algumas cidades do interior do estado foram concedidas várias entrevistas a órgãos de imprensa (TVs, Rádios, Jornais Escritos e Sites de Notícias). Estão sendo organizados pelos Comandos Locais atos, reuniões, eventos, filmes, debates, etc, pra ocorrerem durante a greve, além da pauta de reivindicações locais que está sendo discutida. Os estudantes se mobilizaram, na maioria dos campi, e estão juntos conosco na greve. Os Técnicos Administrativos do IFPI se mobilizaram e em quase todos os campi decidiram fazer greve também.

ADUFPB – Informe prestado por Maria Aparecida Bezerra: Na ADUFPB, no primeiro semestre de 2015, foram reiniciadas as mobilizações para avaliar as reivindicações protocoladas em 2014 junto ao MEC e as condições de trabalho local. Agravaram esses fatores as medidas do governo federal referentes aos cortes de verbas para educação e a terceirização. As primeiras assembleias do semestre foram pequenas, mas apontavam para o cenário de indicativo de greve sem data. No dia 28 de maio em uma assembleia foi deflagrada a greve, na maior rodada de assembleias já realizada entre os docentes na instituição. Participaram das assembleias 707 professores no total, sendo 603 na de João Pessoa, 52 em Areia e 52 em Bananeiras. Com 346 votos favoráveis, 238 contrários e nove abstenções. O comando local de greve foi instalado no dia 28 de maio de 2015.

ADUFRA – Informe prestado por Benedito Gomes Santos Filho: Logo após a deflagração da greve dos docentes da UFRA a partir do dia 28/05/2015, instalou-se o Comando Local de Greve (CLG) composto de 12 docentes sendo 06 da Diretoria da ADUFRA. Informamos que a adesão dos professores à greve é de 100% em todos os Campi. Em sua primeira reunião ordinária, realizada no dia 29/05/2015, o CLG deliberou sobre vários pontos, entre eles, visitas a todos os Campi do Interior (Capitão-Poço, Capanema, Parauapebas, Paragominas e Tomé-Açú, com vistas a:

  1. Divulgar e fortalecer as atividades da ADUFRA – Seção Sindical do ANDES-SN;
  2. Impulsionar a adesão de novos filiados à ADUFRA-S.SIND.;
  3. Atualizar os informes do CNG X Quadro das IFES em greve;
  4. Construir a Pauta Local logo após as visitas aos Campi do interior.

ADUFPA – Informe prestado por José Carneiro: informou que o Comando Local de Greve foi instalado no dia 28, estando em pleno desenvolvimento com ações já programadas para vários campi do estado. E acrescentou que a ADUFPA está diante de duas frentes de luta pois, além da greve, enfrenta também as ações sorrateiras do PROIFES que, com apoio da reitoria, tenta fundar um sindicato local, a partir dos desmembramento das bases do ANDES e do SINASEFE.

Informes das Comissões:

Secretaria – Recebimento do e-mail da SINDUFOPA comunicando oficialmente a deflagração da greve.

Comunicação – Envio hoje, 01/06, do comunicado n.06 com o conteúdo das reuniões dos dias 29/05 e 30/05.

Mobilização/Finanças/Infraestrutura – Levantou a discussão sobre os delegados custeados pelo fundo de greve do CNG. Após debate, foi aprovado por unanimidade a ajuda de custo.

Recomposição e tarefas das Comissões: As comissões foram recompostas

Encaminhamentos:

a)Articular ações com as demais entidades dos SPF’s, em especial setores da Educação  Federal (nacional e locais);

b)Utilizar os materiais do CNG para dialogar com a população e com a imprensa, objetivando conquistar apoio popular para a construção da greve, desconstruindo o discurso da “pátria educadora” e pressionando o governo a reunir com a categoria com respostas à pauta dos docentes federais;

c) Dar ampla divulgação da Carta à Sociedade Brasileira durante o II Congresso da CSP-Conlutas;

Para as Seções Sindicais e Comandos Locais de Greve (CLG’s):

a) Solicitar que as Seções Sindicais e CLG’s deem ampla divulgação da greve através de atividades como: coletiva de imprensa, panfletagens, atos públicos e outras ações;

b) Que as Seções Sindicais e CLG’S deem ampla divulgação à Carta a Sociedade Brasileira do CNG-ANDES-SN; à Declaração internacional pelo direito igualitário à educação dos trabalhadores de todo mundo, elaborado durante o 2º Congresso da SUD (Federação de Sindicatos de Professores Franceses), realizado em Brest, na França; e ao Manifesto das Entidades da Educação Federal (ANDES-SN, SINASEFE, FASUBRA, OE-UNE e ANEL);

c) Que as Seções Sindicais e CLG’s que entraram em greve informem o CNG-ANDES-SN sobre a vinda de delegados e observadores; e que as Seções Sindicais que ainda não deflagraram greve informem sobre a vinda de observadores para o CNG-ANDES-SN;

d) Orientar as Seções Sindicais que se cadastrem no repositório digital do ANDES-SN e disponibilizem as artes, vídeos e materiais sobre a greve.

Quadro atualizado das IFE’s em greve:

Número Seção Sindical IFE
01 ADUFAC Universidade Federal do Acre
02 SINDUFAP Universidade Federal do Amapá
03 ADUFRA Universidade Federal Rural da Amazônia
04 ADUFPA Universidade Federal do Pará
05 SINDUNIFESSPA Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará
06 ADUFOPA Universidade Federal do Oeste do Pará
07 ADUNIR Universidade Federal de Rondônia
08 SINDIFPI Instituto Federal do Piauí
09 ADUFERSA Universidade Federal Rural do Semiárido
10 ADUFCG-PATOS Universidade Federal de Campina Grande – Patos
11 ADUFAL Universidade Federal de Alagoas
12 ADUFS Universidade Federal de Sergipe
13 ADUFPB Universidade Federal da Paraíba
14 APUB Universidade Federal da Bahia
15 ADUFOB Universidade Federal do Oeste da Bahia
16 SESDUFT Universidade Federal de Tocantins
17 ADUFMAT Universidade Federal do Mato Grosso
18 ADUFMAT- RONDONÓPOLIS Universidade Federal do Mato Grosso – Rondonópolis
19 ADUFDOURADOS Universidade Federal da Grande Dourados
20 ADUFF Universidade Federal Fluminense
21 ADOM Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri